Minas On-line
Minas On-line
Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

IMA participa de encontro do Sistema de Agricultura de Minas Gerais em Caratinga

PDFImprimirE-mail

caratinga201701

Marcílio Magalhães com os servidores da CR Governador Valadares e Esec de Caratinga

caratinga201705

caratinga201704

caratinga201703

caratinga201702

CARATINGA (23/08/2017) -  O Sistema de Agricultura de Minas Gerais se reuniu na tarde de ontem, no auditório das Faculdades Integradas de Caratinga (Fic). O encontro foi promovido pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e suas vinculadas, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater), Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), com a participação de produtores, prefeitos e secretários municipais.

A mesa principal foi composta pelo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Leitão; o presidente da Emater, Glenio Martins; o presidente da Epamig, Rui Verneque; o diretor-geral do IMA, Marcílio Magalhães; o presidente da Rede de Ensino Doctum, Cláudio Leitão; a prefeita de Santa Bárbara do Leste, Wilma Pereira e o secretário de Agricultura de Caratinga, Alcides Leite de Mattos.

O presidente da Rede de Ensino Doctum, Cláudio Leitão fez a abertura do evento, dando boas-vindas aos visitantes e ressaltou as transformações pelas quais passaram a economia local. “Sou do tempo em que se falava que o futuro da nossa região era a indústria. Hoje, representa apenas um terço do PIB (Produto Interno Bruto) da agricultura de Minas Gerais. A economia das pessoas dessa região foi construída do esforço do homem do campo”, disse.

INTEGRAÇÃO

Pedro Leitão fez questão de ressaltar a importância desse momento de integração intermediado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, pasta que ele ocupa e que possibilita que as reivindicações da região cheguem com mais rapidez aos órgãos competentes. “Acho que nunca na história de Caratinga conseguimos trazer um sistema de agricultura todo pra cá. O estado é muito grande, são 853 municípios; só a Emater tem 790 escritórios. Hoje estamos com os presidentes da Emater, do IMA e da Epamig. É essa aproximação que a gente quer em primeiro lugar, a integração. A região às vezes fica muito distante do centro de decisão. Então, essa missão que o Governo de Minas fala de dialogar é a primeira função. E a gente tem que conhecer as necessidades e assim poder trazer algum benefício”.

O secretário ainda destacou algumas ações que estão previstas para a região, investindo na agropecuária e fortalecimento do agronegócio. “Em primeiro lugar vejo que a região é forte no café e a gente tem programas tanto de certificação, quanto de tecnologia, para que a gente possa melhorar a produtividade. É forte também em olericultura e a gente quer trazer também aqui pesquisa nessa área. Na pecuária, temos o programa de melhoramento genético, podemos trazer também para a região. É um primeiro passo, sou da região, então minha obrigação é sempre facilitar esse canal entre Governo do Estado e a região. A agricultura é o setor que mais cresce hoje, que mais emprega, gera renda e nesse momento de desenvolvimento não vamos deixar parar”.

Ainda dentre estas ações, o Governo de Minas prepara o lançamento do Geoportal do Café, mais uma ferramenta com o objetivo de contribuir para a excelência de uma das principais atividades econômicas em Minas Gerais. Vários braços do Estado estão envolvidos na iniciativa, como enfatizou Pedro. “É uma iniciativa inédita, um mapeamento de 100% do parque cafeeiro. Significa que a gente vai conhecer com precisão todas as propriedades de café de Minas Gerais. Isso traz uma precisão na safra, então o produtor de café não fica mais na mão de um atravessador, de especulação. A gente vai conhecer quanto que o Estado está conseguindo produzir de café, qual a qualidade, onde está se produzindo mais, onde precisa melhorar a produção e isso tudo é subsídio para uma política agrícola mais assertiva, que a gente possa desenvolver onde precisa ser desenvolvido. A região aqui é uma grande produtora de café e vai se beneficiar. São 451 municípios mapeados e Caratinga faz parte deles”.

Glênio Martins, presidente da Emater, citou a importância do poder público sempre estar em constante diálogo. “Nós somos a maior empresa do nosso ramo na América Latina, uma das maiores do mundo e aqui na região, temos atendimento em todas as cidades. A gente vem para apresentar a empresa, as dificuldades, os programas e projetos, conversar com os prefeitos, os sindicatos, produtores. Aprimorar nosso trabalho, obviamente, colher sugestões e colocar à disposição da região. Nosso secretário de Agricultura do Estado é do município, então a gente passa a ter um carinho ainda maior pela região”.

Ele ainda ressaltou projetos que estão sendo desenvolvidos na região. “O acesso ao crédito rural, a Emater se transformou em correspondente bancário também do Banco do Brasil, os produtores podem nos procurar sem a necessidade de ter o acesso diretamente ao banco. Temos aqui o programa de certificação do café em parceria com o IMA, que agrega muito valor. A execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar, que a gente organiza os agricultores, principalmente, os familiares, para vender seus alimentos para escolas, gerando renda no município. PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), Caratinga foi uma referência histórica na execução do programa; feiras livres, além das atividades rotineiras do trabalho de assistência técnica dentro da propriedade com o produtor, ensinando, auxiliando, levando tecnologia e informação”.

IMA - O diretor-geral do IMA, Marcílio Magalhães, afirmou que o Instituto sempre está presente junto ao produtor rural com inúmeras ações. “A começar pela defesa agropecuária, o controle de pragas na agricultura, o controle das doenças animais, passando pela inspeção sanitária industrial de laticínios, frigoríficos e trazendo uma parte importante de fomento, que é a certificação de produtos da ‘roça’, vamos assim dizer, que são cachaças, produtos sem agrotóxicos, orgânicos, café, que são feitos em parceria com a Emater. A Emater prepara as propriedades rurais e o IMA faz a certificação. Tem também todo um trabalho que é desenvolvido com a educação sanitária, que a gente tem muito orgulho, porque leva à escola, às crianças, noções básicas de boas práticas agropecuárias, uso correto de agrotóxicos, controle de toda a produção”.

Marcílio ainda frisou que Caratinga é um grande polo e tem uma forte vocação na pecuária e no café. “Nós precisamos de ajudar ainda mais a desenvolver, trazer novas tecnologias, formas de produção, maneiras do produtor rural conviver com a propriedade rural e dela extrair o seu sustento e de sua família”.

Pesquisa, Extensão, Transferência e Difusão de Tecnologias Agropecuárias

Durante o encontro de ontem, também foi apresentada uma proposta de instalação de uma unidade de Pesquisa, Extensão, Transferência e Difusão de Tecnologias Agropecuárias para o Leste de Minas Gerais. O projeto traz uma possível parceria entre Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e suas vinculadas (Epamig, Emater e Ima), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Centro Universitário de Caratinga (Unec) e Prefeitura de Caratinga. Com essa união de esforços, a expectativa é de que a sede da unidade seja em Caratinga.

Rui Verneque, presidente da Epamig, ressaltou que a importância desta unidade para a região. “Temos observado que as regiões centro oeste, sudeste, sul e também o triângulo estão muito bem abastecidas por diversas unidades de pesquisa da Epamig, no leste nós não temos nenhuma unidade. Então pensamos que é o momento, nós temos o agronegócio que hoje tem sido o sustentáculo da economia brasileira, estadual, o nosso produtor precisa da tecnologia, a gente sabe que sem ela não vamos conseguir grandes progressos. A tecnologia tem mostrado ao longo dos últimos anos que é a solução não só para o Brasil, para o mundo todo. Temos que ter mais esse esforço de trazer para a região uma unidade de pesquisa associada com a transferência de tecnologia, assistência técnica, extensão rural e também com o nosso Instituto Mineiro de Agropecuária, que vai cuidar de todos os aspectos da sanidade animal e vegetal”.

Rui frisou que o momento é de negociação, portanto, ainda não se pode falar em prazos ou detalhes deste projeto. “Existe o interesse do governo de trazer esse apoio, mas não é nada que tem um dia definido. Depende de negociações, de interesse da região e com a maior harmonia possível, a gente construir e fazer uma parceria. Não é uma unidade exclusiva da Epamig, seria um núcleo de pesquisa, difusão e transferência de tecnologia para a região leste de Minas Gerais”.

Esta Unidade possibilitará o avanço tecnológico e um estudo mais aprofundado da agricultura, fomentando a economia de Caratinga e região. “A região leste era referência em produção animal, que hoje reduziu drasticamente, em decorrência de muitas áreas degradadas. Olericultura é muito importante, Governador Valadares é uma cidade que hoje importa cerca de 98% do alimento que consome, é o momento da gente procurar trazer essas tecnologias. E café que é o commodity que o estado de Minas é o maior produtor. Se o estado de Minas fosse País seria o maior produtor mundial de café. E a Epamig tem referência em pesquisa em café, temos uma ótima equipe em recuperação de áreas degradadas e também olericultura. A ideia é essa, somar esforços para contribuir e ajudar o nosso produtor que tem sido um herói, cumprindo sempre o seu papel, produzindo alimento. Nossa ideia é trazer as tecnologias para produzir alimento de qualidade e quantidade para alimentar a população mineira regional e nacional”.

Fonte: Diário de Caratinga

Fotos: Ascom Epamig

IMA|

Cidade Administrativa Tancredo Neves - Ed. Gerais - 10º andar - CEP: 31.630-901 - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3915-1000

Todos os direitos reservados - Aspectos Legais e Responsabilidades