Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

Santa Vitória tem coleta itinerante de embalagens vazias de agrotóxico

PDFImprimirE-mail

imagem-2

BELO HORIZONTE (4/12/2018) - Mais de 2 mil embalagens vazias de agrotóxicos foram recolhidas em 22 de novembro, no município de Santa Vitória (MG), durante coleta itinerante realizada pelo IMA em parceria com o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos(inpEV) e  diversas entidades, em evento que funcionou de 8h às 16h. A coleta itinerante é uma alternativa aos produtores rurais que têm dificuldade em devolver esse material às unidades de recebimento parceiras do inpEV.

A coleta itinerante tem o objetivo de evitar o descarte incorreto desse tipo de embalagem no meio ambiente, informa Rodrigo da Silva Carvalho, fiscal assistente agropecuário do IMA.  A ação faz parte do Sistema Campo Limpo, um programa de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas, gerenciado pelo inpEV, que é referência no mundo inteiro. “O Sistema Campo Limpo faz com que as embalagens retornem à cadeia produtiva, depois de utilizadas, para serem reciclados ou descartadas de maneira adequada com a incineração”, explicou.

 

imagem-3

Benefícios

Alceu Ferreira de Queiroz, de 81 anos, foi um dos 28 produtores rurais que participaram da ação este ano. Para ele, que é pecuarista, o evento é fundamental, pois, do contrário, seria preciso levar as embalagens vazias para outra cidade, onde fica o posto de coleta mais próximo.  “É um grande benefício tanto para os produtores quanto para a sociedade, pois garante que seja feito o descarte adequado desses produtos”, avalia Alceu.

O agropecuarista Diocélio Franco de Moraes, de 64 anos, também destaca a praticidade e a importância de poder contar com um ponto de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos na cidade. “Sem a coleta itinerante, muita gente acaba jogando esse material fora em qualquer lugar, pois fica inviável levar as embalagens até outro município”, afirma. Ele ressalta ainda a importância do evento para informar aos produtores sobre como lidar com esse material e sobre a necessidade de se fazer o descarte adequado.

A coleta itinerante em Santa Vitória  contou com a participação também prefeitura Municipal,  Emater-MG, Sindicato Rural de Santa Vitória, Associação Regional de Proteção Ambiental de Santa Vitória(Arpa-SV) e SPIC Brasil.

imagem-1 imagem-4