Uberlândia sedia uma das principais feiras agropecuárias do país

Imprimir

abertura-femec2019Uberlândia (27/03/2019) - O vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, e a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, participaram, na terça-feira (26/3), da solenidade de abertura da Feira do Agronegócio Mineiro (Femec) 2019, em Uberlândia.

Em sua oitava edição, a Femec já está consolidada como importante feira do agronegócio, reunindo expositores e marcas nacionais de diversos segmentos, como a indústria de máquinas e equipamentos agrícolas, sementes, defensivos e fertilizantes, instituições financeiras, montadoras de veículos utilitários e de passeio.

Neste ano, mais de 120 fabricantes e revendedores participam do evento. A expectativa do Sindicato Rural de Uberlândia, organizador da Femec, é que cerca de 60 mil visitantes passem pelo Parque de Exposições Camaru, até a próxima sexta-feira (29/3), e movimentem em torno de R$ 350 milhões.

Na avaliação da secretária de Agricultura, Ana Valentini, o agronegócio é uma das alternativas mais importantes para a promoção do desenvolvimento econômico sustentável e para a redução das desigualdades regionais, com geração de emprego, renda e melhoria na qualidade de vida das populações.

“O Triângulo Mineiro é exemplo de toda a grandeza desse segmento. Além de possuir o maior rebanho bovino e suíno do estado, a região também se destaca como uma das principais produtoras de grãos, cana-de-açúcar, café e laranja. No ano passado, o município de Uberlândia foi a terceira principal porta da exportação do agronegócio mineiro, movimentando US$ 899 milhões. Este evento é uma amostra da força do nosso setor como atividade geradora de renda, não só para região, mas para todo o estado de Minas”, considera a secretária.

Para o vice-governador, Paulo Brant, o agronegócio será o carro-chefe da economia nos próximos anos. “Esta feira é fundamental porque o agronegócio é hoje o segmento que mais cresce na economia mineira. A Femec nos encanta, porque ela mostra, na prática, a capacidade que este estado e o país têm para reinventar a sua história”.

Pró-Genética

Durante a Femec 2019, será realizada mais uma feira do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino (Pró-Genética). A iniciativa do Governo de Minastem como objetivo o melhoramento genético do rebanho e o consequente fortalecimento das cadeias produtivas da carne bovina e do leite.

Nas feiras e leilões realizados pelo programa em diversas regiões do estado, os pecuaristas podem negociar de forma facilitada touros e matrizes geneticamente melhorados. Somente no ano passado, o programa movimentou cerca de R$ 12 milhões. Nesta edição da Femec, a feira do Pró-Genética vai disponibilizar cerca de 40 animais das raças zebuínas (Nelore, Gir e Guzerá) para comercialização.

O Pró-Genética é coordenado pela Secretaria de Agricultura, e executado em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater) e com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), com o apoio das associações de criadores, prefeituras municipais e instituições privadas, como os sindicatos de produtores rurais, cooperativas e agentes financeiros.

Encontro de Mulheres do Agronegócio

Ao longo das últimas décadas, diversas transformações culturais e socioeconômicas resultaram em aumento da participação da mulher no mercado de trabalho brasileiro. Esse movimento também foi verificado no agronegócio, onde a representatividade do sexo feminino vem se fortalecendo a cada dia. Atento a esta mudança de cenário, o Sindicato Rural de Uberlândia trouxe para a programação da Femec o Encontro de Mulheres Mineiras do Agronegócio.

 Fonte: Ascom Seapa