Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

Diagnóstico da Raiva

PDFImprimirE-mail

 

sugetao
Método utilizado:
Imunofluorescência direta e inoculação em camundongo. 


Quem pode solicitar o exame: Preferencialmente Médico Veterinário.

Prazo de liberação de resultados para imunofluorescencia: Até 2 dias úteis.

Prazo de liberação de resultados para inoculação em camundongos: 28 dias em camundongos desmamados e 21 dias em camundongos lactantes, contados a partir do dia da inoculação.

Coleta da amostra: A amostra (córtex, hipocampo, cerebelo, bulbo ou medula) deve ser coletada por Médico Veterinário, acondicionada em frasco com tampa de rosca, identificada, refrigerada ou congelada e enviada em caixa de isopor lacrada.


Documentos necessários:

  1. Formulário único de requisição de exames para síndrome neurológica

  2. Instrutivo para preenchimento do Formulário único de requisição de exames para síndrome neurológica

  3. Informativo CRHE Nº 01//2014

                     Atenção! O formulário deve estar completamente preenchido, assinado e carimbado para ser processado.

  • Raiva

A Raiva é uma doença aguda do sistema nervoso central transmitida por um vírus que acomete os animais domésticos e o homem. Iniciados os sintomas não existe tratamento e o óbito é inevitável. É considerada a zoonose de maior importância em saúde pública, não só por sua evolução drástica e letal, como também pelo seu elevado custo social e econômico.

O exame deve ser solicitado quando os sinais que antecederem a morte dos animais forem neurológicos, principalmente se o animal apresentar sinais de mordida de morcegos hematófagos. Neste caso o diagnóstico laboratorial é imprescindível, pois os sintomas da doença podem ser confundidos com outras encefalites.