PNSCO - Caprinos e Ovinos

O Programa Nacional de Sanidade dos Caprinos e Ovinos-PNSCO visa a prevenção, o controle e a erradicação das principais doenças que acometem os ovinos e os caprinos.
Em Minas Gerais, o Instituto Mineiro de Agropecuária-IMA é responsável por planejar, coordenar e  executar as ações definidas pelo Ministério da agricultura, Pecuária e Abastecimento-MAPA para o Programa.
Também os proprietários de caprinos e ovinos e os médicos veterinários da iniciativa privada tem papeis importantes na defesa sanitária dos ovinos e caprinos, com corresponsabilidades distintas.

Principais ações para a promoção da sanidade dos caprinos e ovinos:

  • Educação sanitária direcionada para a saúde dos caprinos e ovinos;
  • Estudos epidemiológicos, contemplando monitoramentos soroepidemiológicos;
  • Fiscalização e controle do trânsito de caprinos e ovinos, sobretudo dos eventos sanitários;
  • Cadastramento e fiscalização de estabelecimentos com ovinos e caprinos;
  • Investigação das suspeitas ou ocorrências de doenças infecto-contagiosas de notificação obrigatória dos ovinos e caprinos.

Doenças de notificação obrigatória para ovinos e caprinos

As principais doenças que acometem os ovinos e caprinos e que são de notificação obrigatória estão listadas na Instrução Normativa nº 50, do Ministério da Agricultura, de 24 de setembro de 2013. São doenças que podem comprometer o rebanho caprino e ovino, além da economia, saúde pública ou o meio ambiente.

Qualquer cidadão que tenha suspeita ou conhecimento da ocorrência de doenças de notificação obrigatória deve comunicar o fato imediatamente ao IMA.

Legislação - clique aqui para consultar